Réu pega 6 anos de prisão por ter matado homem a facada em via pública de Uruará, no Pará

Continua após a publicidade

Aconteceu, nesta quarta-feira, 28, um júri popular, no Fórum da Comarca de Uruará (PA), do réu, Neurivan Silva Sousa, acusado de crime de homicídio que teve como vítima o Charles Neto Matos

O crime ocorreu em via pública da cidade de Uruará, no dia 24 de novembro de 2019, por volta das 21 horas. Segundo constava nos autos, após discussão sobre uma moto furtada que supostamente teria sido subtraída pela vítima, Neurivan desferiu um golpe de faca no pescoço de Charles causando sua morte. O réu foi considerado culpado e sentenciado a 6 anos de prisão em regime fechado.

No dia 31 de agosto, também irá a júri popular o réu Oseias Dourado Vieira, pelo crime de tentativa de homicídio, ocorrido no dia 6 de setembro de 2019, na vicinal km 140 Norte, zona rural de Uruará, em frente a um bar. O réu desferiu vários golpes de faca contra a sua ex-companheira, Rosimeire Santos do Nascimento. Consta nos autos que antes de desferir os golpes Oseias ameaçou de morte a vítima e posteriormente a golpeou na barriga e nas costas.

Em ambos os julgamentos o júri é presidido pelo Juiz Titular da Comarca de Uruará, Libério Henrique de Vasconcelos. A acusação é feita pelo Promotor Titular da Comarca de Uruará, Dirk Mattos. E para a defesa dos réus o estado nomeou o advogado, Ricardo Magno Batista, já que o município não tem defensoria pública na Comarca.

Fonte: Gazeta Real

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *