Menu
Search
Close this search box.

Cacau e chocolate de origem do Pará participam de eventos na Europa

A missão paraense começa em Portugal, onde foi aberta a Casa Brasiliana, e segue para a Bélgica e França divulgando o potencial da cacauicultura da Amazônia

Integrantes da Missão Europa 2023 / Foto: Agência Pará
Integrantes da Missão Europa 2023 / Foto: Agência Pará
Continua após a publicidade

Produtores dos municípios de Altamira, Medicilândia e Novo Repartimento, localizados nas regiões de Integração Xingu e Lago de Tucuruí, ao longo da Rodovia BR-230 (Transamazônica), integram a missão paraense em Portugal, Bélgica e França, que divulga e promove a cacauicultura do Estado.

Oito produtores e representantes de órgãos públicos, como a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap) e a Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), integram a comitiva. O trabalho de divulgação na Europa recebe aporte financeiro do Fundo de Desenvolvimento da Cacauicultura do Pará (Funcacau), coordenado pela Sedap.

A Missão Europa 2023 – Cacau, Chocolate e Produtos de Origens iniciou suas atividades no Chocolat Portugal, aberto na última quinta-feira (19), com encerramento neste domingo (22). A programação ocorre no WOW, em Vila Nova de Gaia, ao lado da cidade do Porto. Os produtores do Pará expõem produtos feitos a partir da amêndoa de cacau de origem. Desde a abertura, o espaço regional vem recebendo intensa visitação do público, interessando em apreciar e conhecer mais sobre o cacau e o chocolate da Amazônia.

Oportunidade – A secretária adjunta da Sedap, Nilse Pinheiro, que participa da comitiva, destacou a atenção que os produtos genuinamente amazônicos recebem na Europa. O festival no Porto, ressaltou a gestora, oferece a oportunidade aos produtores e técnicos dos órgãos públicos de participação em uma grande troca de experiências.

Ao mesmo tempo, frisou Nilse Pinheiro, permite a troca de conhecimentos com outros investidores por meio de diálogo, visitação e no próprio experimento das amêndoas produzidas no Estado. “Hoje, o Pará é o maior produtor de cacau, e isso nos oportuniza grandes negócios, e neles trazer aumento à balança comercial do Estado. Enquanto secretária, representando o governo do Estado, tive oportunidade de participar do Fórum e fazer um posicionamento, colocando de forma muito clara e transparente a importância atual do nosso cacau e a qualidade das nossas amêndoas, o que levou os participantes do Fórum a fazer esse reconhecimento nos estandes dos produtores do Pará. É um momento ímpar, onde na Europa a gente terá o momento de participar em Portugal, da programação prevista na Bélgica e do Salão do Chocolate, em Paris”, informou a secretária adjunta.

Feiras e negócios – O Chocolat Festival Portugal reúne degustação, espaço infantil, showcooking, palestras, workshops e concertos. A entrada é gratuita. Esta edição inclui 15 showcookings, 11 workshops e 10 painéis no Fórum Internacional do Chocolate e Cacau. Todas as ações são comandadas por grandes especialistas, de países como Portugal, Brasil, França, Bélgica, Dinamarca, Venezuela e Costa Rica, e do Reino Unido. Cacauway, De Mendes e Cacau do Brasil estão entre as marcas que participam da Feira de Chocolat Portugal junto com diversas de outros países, como Equador, Holanda, Estados Unidos e Noruega.

Após a participação no Chocolat Portugal, a comitiva paraense seguirá para a Bélgica, onde visitará a Callebaut, considerada uma das maiores fábricas de chocolate do mundo.

Da Bélgica, a missão paraense seguirá para a França, onde participará do Salão do Chocolate de Paris, considerado como o mais importante evento do mundo nesse segmento.

Brasiliana – Na manhã deste sábado (21), a equipe paraense participou da cerimônia de inauguração da Casa Brasiliana, primeiro showroom de produtos brasileiros de origem em Portugal. O projeto inaugura um modelo inovador de promoção de produtos brasileiros, do turismo e de atração de investimentos, com planos de expansão para outros países e continentes.

O empreendimento integra o Projeto Origem Brasil, iniciativa voltada ao mercado internacional da MVU Empreendimento, empresa brasileira que integra o Grupo M21, fundada na Bahia pelo empresário Marco Lessa, idealizador do Festival Internacional do Chocolate e do Cacau. Ele também integra a comitiva brasileira na Europa.

Compartilhe essa matéria:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *