Jovem é brutalmente assassinado em Altamira

Continua após a publicidade

Fredson Alves Rodrigues, de 26 anos, foi assassinado na noite deste sábado(06/03), em Altamira, sudoeste do Pará. O jovem era bastante conhecido na cidade por trabalhar como garçom no Mascotinho Beer. Ele foi encontrado morto com um tiro na nuca, no ramal dos Cocos, pela Polícia Militar, por volta das 5 horas da manhã deste domingo(07/03). Ao que tudo indica a principal suspeita é que trata-se um crime encomendado.

No local estava a motocicleta e a carteira do jovem com a quantia de R$148. Apenas o celular dele não foi encontrado até o momento. Uma das hipóteses é que o criminoso pode ter levado o aparelho para evitar que a polícia tenha acesso as conversas momentos antes do crime.

O Portal A Voz do Xingu teve acesso, com exclusividade, a algumas mensagens postadas por Fredson Alves, no status do seu WhatsApp, há 15 dias. Em uma delas havia a seguinte frase: “Não tire onda de minha cara seje homen de verdade, fale na minha cara, tamanho não er identidade nesta vida fila de uma puta”.

O assassinato brutal deixou colegas de trabalho, clientes e parentes de Fredson Rodrigues, que moram em Medicilândia, em estado de choque.

Fredson Alves havia se separado recentemente de um relacionamento que manteve com uma jovem e não há nenhum registro de má conduta por parte dele. Por isso, a estranheza de sua morte violenta e misteriosa.

O corpo dele passou por perícia no Instituto Médico Legal de Altamira. Depois de liberado foi levado em cortejo até o estabelecimento onde ele trabalhava e seguiu para cidade de Medicilândia, onde ocorrerá o velório e sepultamento.

Familiares e amigos de Fredson pedem o esclarecimento do caso, que justiça seja feita e que os culpados pelo crime sejam identificados e presos o mais rápido possível.

Por Wilson Soares – A Voz do Xingu

Fotos: Wilson Soares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *