Norte Energia emite nota sobre as exigências dos indígenas

Continua após a publicidade

Conforme agendado com as comunidades indígenas da área de abrangência da Usina Hidrelétrica Belo Monte, a Norte Energia, empresa responsável pelo empreendimento, apresentou ontem (23/04), em reunião realizada em Altamira- PA, com a Coordenação Regional da FUNAI e lideranças indígenas, nomes das empresas selecionadas para a prestação dos serviços dos programas vinculados ao Plano Básico Ambiental do Componente Indígena (PBA-CI).

Como já era de conhecimento das lideranças indígenas, a Norte Energia, por meio de sua área especializada em contratação, selecionou as empresas por critérios de capacidade técnica, qualidade e preços. As empresas foram contratadas pelo prazo de 24 meses, prazo este estimado para a conclusão da revisão do PBA-CI.

Durante a reunião, houve manifestações contrárias às empresas contratadas, além da exigência que os insumos e equipamentos sejam adquiridos pelas próprias empresas prestadoras de serviços contratadas.

Sobre as questões manifestadas pelos indígenas na reunião, a Norte Energia esclarece que:

1. A Norte Energia é uma empresa privada, portanto regida por práticas empresariais que melhor indicam a destinação de seus recursos, com acompanhamento e fiscalização por seus acionistas;

2. Desse modo, a Empresa dispõe de área especializada em contratações de serviços e aquisição de materiais, com normas e regras aprovadas pelo Conselho de Administração, representante dos acionistas, seus donos;

3. Justo desta forma, foram selecionadas as empresas prestadoras de serviços para execução do PBA-CI no prazo de 24 meses, levando-se em conta fundamentalmente, a qualidade, histórico, experiência e preço;

4. O Termo de Referência para as contratações foi apresentado às lideranças indígenas, com acompanhamento da FUNAI;

5. O fato novo, manifestado na reunião de ontem, foi a exigência de inclusão da aquisição de insumos necessários à execução dos trabalhos nos contratos das empresas executoras;

6. Tal prática fere os princípios e regras administrativas e empresariais da Norte Energia, haja visto tal procedimento não ter sido bem sucedido em contratações realizadas no passado, sobretudo pela constatação de elevados preços praticados na compra de materiais e equipamentos;

7. Reitera-se ainda que a Empresa mantém equipe e estrutura especializadas para conduzir todos os processos de compras, pautados em práticas empresariais, adotando sempre como critérios a qualidade e o preço praticados pelo mercado;

8. Essas contratações, sejam de serviços e/ou materiais, são obrigatoriamente aprovadas pelas diversas instâncias de governança da Norte Energia.

Pelas razões já expostas, a Norte Energia está consciente de sua responsabilidade, do dever de cumprir seus compromissos firmados com as comunidades indígenas e está tomando todas as providências empresariais para atendê-los.

Por outro lado, a Empresa considera legítimas as iniciativas, ações e mesmo cobranças sobre a execução dos serviços na forma previamente acertada, podendo ser ajustadas reuniões periódicas de acompanhamento da execução dos respectivos serviços, respeitando normas e práticas empresariais adotadas.

A Voz do Xingu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *