PF deflagra segunda fase de operação que investiga compra de respiradores no Pará e outros estados

Continua após a publicidade

Foi deflagrada, na manhã desta terça-feira (23), pela Polícia Federal (PF), a segunda fase da Operação Para Bellum, que investiga possíveis fraudes na compra de respiradores pulmonares pelo governo do Pará e outros cinco estados (Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina, Espírito Santo e no Distrito Federal). Ao Pará, a compra dos respiradores custou R$ 50,4 milhões, mas há suspeita de que os equipamentos foram comprados com superfaturamento de 86,6%.

Na operação desta manhã, batizada de “Matinta Perera” em alusão ao personagem folclórico, a polícia cumpre sete mandados de busca e apreensão criminal expedidos pelo Ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Francisco Falcão, em Porto Alegre e Xangrilá, no Rio Grande do Sul. Não há mandados no Pará. O objetivo da segunda fase, segundo a PF, é “colher mais elementos sobre a participação de um dos investigados dentro dos fatos sob apuração, bem como verificar se há compatibilidade entre seu patrimônio e rendimentos”.

Ao todo, 25 policiais federais participaram da operação. Todos os mandados foram cumpridos.

Fonte: O Liberal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *