Menu

Sete pessoas estavam em avião que caiu em MG; aeronave não podia fazer táxi aéreo

Corpo de Bombeiros confirma que todos os ocupantes morreram

Pedaço da aeronave que caiu em Itapeva, interior de MG Reprodução/Redes Sociais
Pedaço da aeronave que caiu em Itapeva, interior de MG Reprodução/Redes Sociais
Continua após a publicidade

O avião que caiu em Itapeva, interior de Minas Gerais, na manhã deste domingo (28 jan. 2024), estava com sete pessoas a bordo. Eram cinco passageiros e dois tripulantes. Todos morreram, segundo o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais.

Segundo a Rede VOA, empresa responsável pelo Aeroporto Campo dos Amarais, em Campinas, a aeronave decolou às 10h07 do interior de São Paulo. Conforme a concessionária, o destino do avião era a cidade de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais.

Segundo o registro da aeronave junto à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), o avião não tinha autorização para realizar táxi aéreo.

A aeronave já foi localizada e oito bombeiros realizam o trabalho de resgate, em um perímetro de aproximadamente 400 metros. Ainda conforme o Corpo de Bombeiros, os óbitos estão sendo confirmados por peritos da Polícia Civil de Minas Gerais presentes no local. O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA) foi acionado para investigar o caso.

O acidente

Testemunhas que abriram o chamado afirmaram ter visto o avião se partindo no ar enquanto sobrevoava a região, e depois suas partes caindo aos poucos no chão.

Bombeiros de Extrema atuam no local, e confirmaram que encontraram os corpos de dois homens e uma mulher, ainda não identificados, no interior da aeronave. Os agentes seguem nas buscas de outras possíveis vítimas na região onde os destroços da aeronave caíram, a um raio aproximado de 400 metros.

O avião, de prefixo PS-MTG, modelo PA-46-350P, foi fabricado pela empresa Piper Aircraft. Segundo registro da Agência Nacional de Aviação Civil, a aeronave estava com os documentos em dia, mas não tinha autorização para táxi aéreo.

Nota — Rede VOA

A aeronave PIPER PA46, matrícula PSMTG, chegou ao Aeroporto de Amarais (SDAM) no dia 26 de janeiro de 2024 às 12h48, e permaneceu em hangar particular.
Às 10h09 do dia 28 de janeiro de 2024 partiu de Amarais com destino ao Aeroporto Internacional de Belo Horizonte (SBBH), porém, sofreu acidente antes de chegar ao seu destino.
Informações preliminares indicam que havia 7 pessoas a bordo, sendo 5 passageiros e 2 tripulantes. No entanto, os nomes dos ocupantes ainda não foram confirmados. A aeronave era propriedade da IT’S Soluções Ltda.

Nota — CENIPA

Investigadores do Terceiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA III), localizados no Rio de Janeiro (RJ), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), foram acionados, neste domingo (28/01), para realizar a Ação Inicial da ocorrência envolvendo a aeronave de matrícula PS-MTG, em Itapeva (MG).

Na Ação Inicial são utilizadas técnicas específicas, conduzidas por pessoal qualificado e credenciado que realiza a coleta e confirmação de dados, a preservação dos elementos da investigação, a verificação inicial de danos causados à aeronave, ou pela aeronave, e o levantamento de outras informações necessárias ao processo de investigação.

A conclusão das investigações terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade de cada ocorrência e, ainda, da necessidade de descobrir os possíveis fatores contribuintes.

A aeronave PIPER PA46, matrícula PSMTG, chegou ao Aeroporto de Amarais (SDAM) no dia 26 de janeiro de 2024 às 12h48, e permaneceu em hangar particular.
Às 10h09 do dia 28 de janeiro de 2024 partiu de Amarais com destino ao Aeroporto Internacional de Belo Horizonte (SBBH), porém, sofreu acidente antes de chegar ao seu destino.
Informações preliminares indicam que havia 7 pessoas a bordo, sendo 5 passageiros e 2 tripulantes. No entanto, os nomes dos ocupantes ainda não foram confirmados. A aeronave era propriedade da IT’S Soluções Ltda.

Fonte: CNN Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo protegido.