Menu
Search
Close this search box.

UFPA promove processo seletivo para preencher vagas ociosas na graduação

Serão ofertadas 1.267 vagas

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Continua após a publicidade

A Universidade Federal do Pará divulgou na noite desta terça-feira (14) que realizará processo seletivo para Mobilidade Acadêmica (MOBA 2022) para o preenchimento de vagas ociosas em cursos presenciais de graduação. Com informações da UFPA. 

O edital do MOBA foi aprovado pelo Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe), nesta terça-feira (14). Nesta edição, serão ofertadas 1.267 vagas, das quais, 658 para a Mobilidade Interna e 609 para a Externa em 171 cursos de graduação.

O MOBA apresenta duas modalidades de mobilidade acadêmica. A interna se destina exclusivamente a alunos ativos dos cursos de graduação da UFPA; e a externa para candidatos graduados ou a alunos de outras Instituições de Ensino Superior, interessados em ingressar em cursos da UFPA.

O concurso será realizado nos municípios de Abaetetuba, Altamira, Ananindeua, Belém, Bragança, Breves, Cametá, Castanhal, Salinópolis, Soure e Tucuruí.

A expectativa é que o edital seja lançado até o fim desta semana, com início de inscrições previstas para iniciarem na próxima semana. Haverá cobrança de taxa de inscrição no valor de R$120,00 (cento e vinte reais), podendo o(a) candidato(a) com hipossuficiência econômica pleitear isenção do pagamento.

O processo seletivo será por meio de prova com 40 questões objetivas, com número de questões proporcional à grande área à qual pertence o curso escolhido pelo(a) candidato(a). A previsão de resultado é para o início de fevereiro a fim de que os(a) classificados(as) possam se habilitar ao vínculo institucional a tempo do início do primeiro período letivo de 2022, em março.

A novidade, deste ano, é que o concurso permitirá a inscrição de candidatos que tenham integralizado o mínimo de 20% e não mais que 75% da carga horária do curso de graduação que pretende trocar, conforme alteração da Resolução nº. 4.961/2017, também aprovada pelo Consepe.

Além da mudança no percentual de integralização mínimo da carga horária necessária para a troca de curso, este ano, o MOBA, em sua modalidade acadêmica externa, permite a inscrição de portadores(as) de diploma de curso de graduação reconhecido ou autorizado pelo MEC, de Instituição de Ensino Superior (IES) brasileira ou estrangeira, cuja documentação esteja devidamente revalidada.

Fonte: O Liberal

Compartilhe essa matéria:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *