Sespa Altamira leva ação de cidadania a moradores das áreas ribeirinhas do Xingu

Continua após a publicidade

Equipes do 10º Centro Regional da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) participaram, neste sábado (5), da ação social integrada na comunidade ribeirinha Ilha do Chicote, no rio Xingu, distante quatro horas de Altamira, no sudoeste do estado. Mais de 300 pessoas foram atendidas, vacinadas contra a Covid-19 e, ainda, submetidas a testes para detecção de coronavírus e de malária.

A operação teve a participação das equipes técnicas da Secretaria de Saúde de Altamira, da Polícia Civil do Estado e do movimento Respira Xingu, além do acompanhamento de três vereadores do município. A ação contou ainda com pulverização de inseticida em pontos da ilha e a comunidade recebeu mosquiteiros para o combate a mosquitos transmissores da malária e dengue, bem como pode proceder ao cadastramento da segunda via da carteira de identidade.

Segundo o diretor do 10º CRS da Sespa, Maurício Nascimento, a iniciativa em atender a Ilha do Chicote visou a amenizar os efeitos deixados pela segunda onda da Covid-19 no local. “A população sofre com a incidência da doença na região e a ação foi o momento de orientar quanto às medidas preventivas e imunizar pessoas já aptas a receberem as doses, de acordo com o cronograma previsto pela Secretaria Municipal de Saúde”, destacou ele, acrescentando que a iniciativa contemplou ainda as comunidades da Resex do Iriri e Xingu.

Maurício informou que a regional tem recebido reforços para o enfrentamento ao novo coronavírus. “O Governo do Pará tem realizado ações voltadas à região Xingu e Transamazônica continuamente. Recebemos, aqui, treinamento para as equipes, equipamentos como respiradores, insumos, testes rápidos e medicamentos”, detalhou.

O governo do Estado fortalece a atenção à região para o enfrentamento adequado da pandemia nos nove municípios do Xingu: Altamira, Medicilândia, Brasil Novo, Pacajá, Uruará, Porto de Moz, Senador José Porfírio, Vitória do Xingu e Anapu, referenciados para atendimento no Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT).

A Voz do Xingucom informações da Agência Pará

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *