Dia da Consciência Negra tem manifestações em Belém e Altamira

Com faixas, cartazes e instrumentos de percussão, grupos protestaram contra o racismo e o governo Bolsonaro.

Protesto no Dia da Consciência Negra em Belém — Foto: Reginaldo Gonçalves/TV Liberal
Protesto no Dia da Consciência Negra em Belém — Foto: Reginaldo Gonçalves/TV Liberal
Continua após a publicidade

Belém e Altamira tiveram protestos na manhã deste sábado (20) em alusão ao Dia da Consciência Negra e contra o governo do presidente Jair Bolsonaro.

As manifestações nas duas cidades foi convocada por movimentos sindicais. Com faixas e cartazes, eles gritaram palavras de ordem contra o racismo, a fome, contra a reforma administrativa do governo federal e defenderam a política de cotas.

Em Belém, o grupo se concentrou no Mercado São Brás e seguiu até a praça Santuário, em frente à Basílica de Nazaré. Pelas ruas, os manifestantes também tocaram instrumentos de percussão.

Protesto contra Bolsonaro e em alusão ao Dia da Consciência Negra em Belém — Foto: Reginaldo Gonçalves/TV Liberal
Protesto contra Bolsonaro e em alusão ao Dia da Consciência Negra em Belém — Foto: Reginaldo Gonçalves/TV Liberal

Já em Altamira, no sudeste do Pará, os manifestantes se concentraram na Rua 7 de Setembro, principal rua do comércio, mesmo sob forte chuva.

Na cidade, os manifestantes também pediram o fim do preconceito de gênero e da violência contra as mulheres. Também participaram na cidade lideranças sindicais e de movimentos sociais de Abaetetuba e Bragança.

Protesto no dia da Consciência Negra em Altamira  — Foto: TV Liberal/Reprodução
Protesto no dia da Consciência Negra em Altamira — Foto: TV Liberal/Reprodução

Fonte: G1 PA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *