Menu

Mulher perde R$ 150 mil em golpe e um suspeito é preso após saque em agência bancária em Santarém

A prisão aconteceu em uma agência do Banpará localizada na avenida Curuá-Una com Álvaro Adolfo. Suspeito já responde processos por crimes no trânsito, roubo majorado e estelionato.

Foto: Blog do Pião
Foto: Blog do Pião
Continua após a publicidade

Uma mulher foi vítima de um golpe em Belém e perdeu R$ 150 mil de um empréstimo que criminosos fizeram em seu nome. Um dos suspeitos foi preso após fazer um saque de R$ 5 mil em uma agência do Banpará em Santarém, no oeste do Pará.

De acordo com a polícia, para a conta de Marcos Correa Pantoja foi feita uma transferência de R$ 50 mil dos R$ 150 mil de um empréstimo feito em nome da vítima. Ao perceber a movimentação na conta do suspeito, a gerência do banco acionou a polícia que fez a prisão em flagrante. O montante em espécie não foi encontrado.

Ainda de acordo com a polícia, o jovem de 23 anos foi localizado depois que a mulher que foi vítima do golpe acionou a central do banco, que começou a rastrear a movimentação bancária.

O valor de R$ 150 mil que os criminosos roubaram da mulher foi transferido para 3 contas distintas, sendo uma de Santarém. Dessa forma a polícia conseguiu chegar ao suspeito de envolvimento no crime.

À polícia, Marcos Correa Pantoja contou que mora em Santarém, mas é servidor da Prefeitura de Breves. Na conta pessoal do jovem a polícia encontrou o valor de aproximadamente R$ 150 mil.

Outros crimes

Esta não é a primeira vez que Marcos Correa Pantoja é levado para a delegacia suspeito de envolvimento em crimes. Em maio o jovem foi pego pela polícia com criminosos suspeitos de roubar joias. Ele estava com uma solução que identifica se o produto é realmente de ouro.

O jovem de 23 anos também responde na justiça por crimes no trânsito, roubo majorado e estelionato. Ele foi levado para a 16ª Seccional Urbana de Polícia Civil, onde o caso foi registrado.

Como os criminosos agiram?

De acordo com a polícia, a mulher recebeu o contato telefônico de uma pessoa que se identificou como funcionário do banco. O criminoso convenceu a vítima a enviar o Token, que dá acesso à conta bancária e outros serviços.

De posse deste Token, os criminosos fizeram um empréstimo consignado no nome da vítima no valor de R$ 150 mil. Ao perceber que era um golpe, a vítima acionou a central do banco que fez o rastreamento da movimentação da conta bancária da mulher.

Fonte: G1 Santarém

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo protegido.